Google+ Followers

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

DESAFIO AOS "CINQUENTA"



Aos dez anos a gente sonha, brinca, se diverte, se apaixona, se aventura, cai, levanta. Vive a vida intensamente! Não conhecemos limites, nem medimos consequências. Queremos apenas que o amanhã renasça, para repetirmos tudo novamente.

Aos vinte, almejamos encontrar um grande amor, formar uma família, construir ao lado de alguém especial e que valha a pena; alguém para compartilhar a vida, dividir os momentos bons e ruins.

Aos trinta, buscamos estabilidade, realização profissional. Conquistar um lugar ao sol, e garantir um futuro; galgar degraus no ministério cristão. Sentir-se alguém. 

Aos quarenta percebemos a enorme diferença entre o que é importante e o que realmente é essencial; que nem todas as expectativas se confirmam e nem todos os sonhos se realizam; que nem todas as amizades são sinceras e isentas de interesses; que decepções com pessoas e sistemas humanos fazem parte do processo de aprendizado, mas trazem efeitos pedagógicos positivos, se soubermos deles tirar proveito. Tornamo-nos maduros o suficiente para selecionar melhor o que desejamos ver, ouvir e com quem queremos continuar mantendo laços de amizade e companheirismo.

Aos cinquenta, chegamos ao ápice das realizações pessoais, mas sem deixar de sonhar, nem achar que não há mais o que conquistar. Conscientizamo-nos que o tempo é mesmo implacável e a vida, curta demais, para ser desperdiçada com futilidades.

O desafio aos cinquenta, é continuar aprendendo. Cultivar as verdadeiras amizades e desfrutar da melhor forma possível, os anos que ainda restam, mas sobretudo, focar no alvo principal, que é o Senhor Jesus Cristo e sua Gloriosa vinda, e manter a mente renovada pela Palavra. 

Que Deus abençoe a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário